• Reabertura de
    Prazo
    Reabertura

    O PREGÃO PRESENCIAL Nº 035/2017 foi declarada “DESERTA”, face à total ausência de interessados. Assim, reabre-se o prazo para realização de novo...
    +Detalhes
  • Convocação
    11/2017
    Convocação

    O DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS da Prefeitura Municipal de Tabapuã, CONVOCA os candidatos classificados no Processo Seletivo Simplificado, regido pelo Edital nº 01/2017, de 10 de Janeiro de 2017
    +Detalhes
  • Convocação
    10/2017
    Convocação

    O DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS da Prefeitura Municipal de Tabapuã, CONVOCA os candidatos classificados no Processo Seletivo Simplificado, regido pelo Edital nº 001/2017, de 10 de Janeiro de 2017
    +Detalhes
  • 1
  • 2
  • 3

Antenados com o meio ambiente, alunos da Rede Municipal de Ensino plantam diversas árvores pela cidade

 

Cerca de 90 alunos da E.M.E.F. Monsenhor João Telho deram mais um passo na busca por um Planeta melhor, plantando várias mudas de árvores em diversos pontos da cidade.


Através do apoio da Diretoria Municipal de Meio Ambiente, os alunos dos 2ºs anos do ensino fundamental colocaram a mão na terra e plantaram diversas mudas cedidas pelo projeto da Usina Noble Bioenergia da cidade de Catanduva, conhecido como “ Futuro Mais verde” no qual faz uma gincana entre as cidades da região envolvendo as escolas e os alunos com dicas e ideias para a manutenção do meio ambiente e do Planeta Terra para as gerações futuras.

Também através deste projeto, em 2013 a E.M.E.F. Profº João Baptista Spinola de Mello fez um verdadeiro arrastão nas margens do rio Barro preto, removendo uma grande quantidade de lixo.

Para a vice diretora da Escola Monsenhor João Telho, Silvana Brás Daniel, o projeto é de grande importância para os alunos e para a sociedade. “Além dos alunos aprenderem na prática como podemos melhorar o meio ambiente, eles também já fazem o mínimo para as próximas gerações plantando essas árvores. Estamos plantando um novo pensamento nessas crianças que com certeza se preocupam com o meio onde vivem o que acaba sendo bom para eles e para toda a sociedade.” Afirma.