• Pregão Presencial
    05/2018
    Pregão

    Processo 10/2018, do tipo Menor Preço Global, tendo por objeto a contratação de empresa para fornecimento da licença de uso de software por prazo determinado (locação), com atualização mensal.
    +Detalhes
  • Chamada
    Pública
    Chamada Pública

    Chamada Pública para Compra da Agricultura Familiar - Agricultores e Empreendedores de Base Familiar Rural Organizados em Grupos Formais e Informais destinados ao preparo da merenda escolar.
    +Detalhes
  • Pregão Presencial
    03/2018
    Pregão

    Processo n° 07/2018, do tipo Menor Preço Unitário, tendo por objeto a aquisição de gêneros alimentícios perecíveis (carnes e embutidos), destinados à manutenção da merenda escolar.
    +Detalhes
  • 1
  • 2
  • 3

Antenados com o meio ambiente, alunos da Rede Municipal de Ensino plantam diversas árvores pela cidade

 

Cerca de 90 alunos da E.M.E.F. Monsenhor João Telho deram mais um passo na busca por um Planeta melhor, plantando várias mudas de árvores em diversos pontos da cidade.


Através do apoio da Diretoria Municipal de Meio Ambiente, os alunos dos 2ºs anos do ensino fundamental colocaram a mão na terra e plantaram diversas mudas cedidas pelo projeto da Usina Noble Bioenergia da cidade de Catanduva, conhecido como “ Futuro Mais verde” no qual faz uma gincana entre as cidades da região envolvendo as escolas e os alunos com dicas e ideias para a manutenção do meio ambiente e do Planeta Terra para as gerações futuras.

Também através deste projeto, em 2013 a E.M.E.F. Profº João Baptista Spinola de Mello fez um verdadeiro arrastão nas margens do rio Barro preto, removendo uma grande quantidade de lixo.

Para a vice diretora da Escola Monsenhor João Telho, Silvana Brás Daniel, o projeto é de grande importância para os alunos e para a sociedade. “Além dos alunos aprenderem na prática como podemos melhorar o meio ambiente, eles também já fazem o mínimo para as próximas gerações plantando essas árvores. Estamos plantando um novo pensamento nessas crianças que com certeza se preocupam com o meio onde vivem o que acaba sendo bom para eles e para toda a sociedade.” Afirma.